20 de Fevereiro de 2008

 TVI_logo ONI15 ANOS

 

 

 

Faz hoje 15 anos que começaram as emissões da, na altura chamada, "televisão da Igreja".  De lá para cá, pouco restou, para além da designação "TVI".

 

Independentemente dos métodos usados, há que reconhecer o mérito da TVI e do seu director na conquista da liderança das audiências, da publicidade, da quota de mercado, etc, etc. O que em 1993 era apenas um pequeno canal, com uma pouquíssimos espectadores, tornou-se hoje, no canal com maior reconhecimento junto do grande público.

 

A viragem na vida da TVI deu-se no ano 2000, com a compra e emissão do Big Brother. Aquele que foi o "programa-salvador" da TVI, foi ao mesmo tempo o "programa-carrasco" da SIC.

 

Foi à SIC que a ENDEMOL, produtora do programa, apresentou o Big Brother em primeiro lugar. Emídio Rangel, à data director da SIC, quis comprá-lo com o único objectivo de o "meter na gaveta" porque não gostava do formato. Mas conhecedor do mercado, Rangel queria garantir o projecto para a SIC, de modo a evitar que ele fosse cair nas mãos da TVI.

 

"Reza a lenda" que a administração da SIC não terá aceite dar milhões por um programa, para não o emitir, e recusou o pedido de Rangel.

 

Em Setembro de 2000, o Big Brother estreava na TVI. Juntamente com mudanças na estrutura e formato da Informação do canal, a TVI em pouco tempo conquistava a liderança das audiências no horário nobre. Foi então que começou o declínio da SIC e a subida constante da TVI.

 

Foram no entanto precisos 5 (cinco!) anos para que a TVI derrotasse a SIC na liderança anual das audiências. Até 2005, a SIC foi liderando os anos, apesar de há muito ter pedido o horário nobre.

 

Mas há 3 anos consecutivos que a TVI lidera as audiências diárias e do horário nobre. Apesar de se prever uma batalha mais dura com a SIC liderada por Nuno Santos, dificilmente, a TVI perderá o ano. Com a emissão do Euro2008, a manutenção da ficção nacional e de um jogo por semana do campeonato nacional, a TVI bem pode ir encomendando as faixas de campeão.

 

 

GRANDES APOSTAS DA TVI PARA A GRELHA DE 2008

Fonte:

PRIMEIRO SEMESTRE

– A TVI exibe um conjunto de programas ligados ao seu 15º aniversário, como a Gala da Ficção Portuguesa, no dia 4 de Abril.

– Como ‘broadcaster’ do Euro 2008 transmite, já a partir deste mês, programas de informação ligados ao evento.

– A série ‘Casos da Vida’ será alargada até final de Junho.

– A nova novela da TVI, ‘A Outra’, deve estrear em Março.

– Estreiam em Abril três programas de informação. Manuela Moura Guedes e Constança Cunha e Sá são duas das apresentadoras.

– Começa a rodagem de ‘Equador’, uma série semanal inspirada no best-seller de Miguel Sousa Tavares que será filmada na Índia, Brasil e S. Tomé. A estreia deve acontecer antes do final do ano.

SEGUNDO SEMESTRE

– A TVI continua a apoiar o cinema português e aposta em dois grandes programas de entretenimento.

– Está previsto um filme inspirado na série ‘Morangos com Açúcar’, uma minissérie de três episódios adaptada do filme ‘Call Girl’, uma nova temporada de ‘Dr. Preciso de Ajuda’ (Setembro) e ainda a produção de séries adaptadas de formatos americanos.

– A TVI chega à televisão por cabo ainda este ano, com o lançamento do canal de notícias TVI 24 Horas. Na forja está, também, um canal de entretenimento.

– A estação de Queluz assinou um contrato de exclusividade de três anos com a Paramount Studios, o que lhe dará acesso a filmes como ‘Missão Impossível 3’, ‘Transformers 1 e 2’ e ‘As Crónicas de Spiderwick’.

– Vêm aí séries como ‘Damages’, com Glenn Close, ‘Bionic Woman’, a 2ª temporada de ‘Heroes’ e ‘Cashmere Mafia’.

 

 

SAIBA MAIS

Fonte:

6,3 milhões de telespectadores viram diariamente a TVI no decorrer do ano passado. Destes, cerca de 4,7 milhões deram preferência ao horário nobre, ou seja, entre as 20h00 e as 00h00.

900 horas de novelas e séries são produzidas pela NBP, produtora de conteúdos da Media Capital para a TVI, que manteve o seu nível de actividade em relação ao ano passado.

PUBLICIDADE

A TVI mantém a liderança em termos de investimento publicitário, com uma quota estimada de mercado de televisão em sinal aberto de cerca de 47%.

ENTRETENIMENTO

José Eduardo Moniz quer, até ao fim do ano, criar um canal de entretenimento na TV Cabo. Antes será lançado o TVI 24, o canal de notícias da estação.

LIDERANÇA

A TVI liderou pelo terceiro ano consecutivo as audiências, quer no total do dia, quer no horário nobre, com shares acumulados médios no universo dos canais de sinal em aberto, de 34.3% e 37.9%.

 

publicado por Portugal TV às 17:39
últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
17
18
23
24
25
27
28
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
pesquisar neste blog
 
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
15
16
17
18
23
24
25
27
28