20 de Março de 2009

E pronto... continuam as trocas e baldrocas na grelha "carnaxidiana". A propósito de tudo e mais alguma coisa, lá se vão fazendo ajustes nos programas e respectivos horários, e à custa disso, quem quiser que adivinhe quando, e a que horas dá o programa que quer ver...

 

Esta quinta e sexta-feira a SIC teve uma programação especial. Se na quinta, foi a propósito do Dia do Pai, na sexta o início da Primavera deu aso a mais uma maratona denominada "Um lugar ao Sol".

 

Curiosamente, a principal vítima destas maratonas, foi aquela que também já foi uma das mais importantes apostas do canal. O Nós Por Cá simplesmente saltou da grelha. Mas o mesmo não aconteceu à novela Três Irmãs!

 

Opção curiosa, dirão alguns. Opção lógica, dirão outros, já que a novela brasileira fez ontem um resultado superior ao que vinha sendo feito pelo NPC. Não foi muito, mas ao menos ultrapassou os 20% de share (23,5%).

 

Mas as mudanças não se ficam por aqui, já que também à noite houve mudanças. O Tá a Gravar igualmente "foi dar uma volta", e no seu horário foi emitido o Não Há Crise, que supostamente, só devia ir para o ar às sextas e sábados.

 

Mesmo assim, a SIC até teve um bom resultado... ficou em segundo lugar muito graças ao jogo da taça Uefa entre o Braga e o PSG. Se não fosse isso, será que a maratona do Dia do Pai teria servido de alguma coisa? Sinceramente duvido...

 

Mas estas coisas de horários fixos na SIC têm muito que se lhe diga. Alguém sabe ao certo a que dia dá as Donas de Casa Desesperadas, por exemplo??? Supostamente era ao Domingo, mas pelo que se tem visto, é quando o "senhor do bôlo" quer...

 

Estranha forma esta de fidelizar telespectadores...

 

publicado por Portugal TV às 15:30
16 de Março de 2009

Na SIC a crise já é tal que nem os fins-de-semana salvam a honra do Convento. Este Sábado e Domingo a SIC não conseguiu descolar do lugar que já é seu por direito: terceiro.

 

Apesar de ter sido um fim-de-semana com futebol na RTP, o certo é que estes resultados não podem deixar de obrigar a grandes reflexões em Carnaxide.

 

Vários são os blogs que ultimamente têm feito sugestões, algumas - diga-se -completamente estapafúrdias. A resposta à crise de audiências, não deve ser apostar em repetições, nem mesmo em reformulações de programas "bregas" do século passado como é o caso de All You Need Is Love, Perdoa-me, e afins.

 

A aposta dever ser sim, em PROGRAMAS NOVOS, ARROJADOS, POLÉMICOS e INOVADORES. Só assim poderá ser possível almejar morder os calcanhares à TVI. Na minha opinião, a SIC precisa de uma revolução da grelha de cima a baixo!

 

Tirando os noticiários, porque esses têm sempre de ser emitidos às mesmas horas, TODOS os outros programas podiam e deviam ser pura e simplesmente eliminados da grelha. São tão poucos os que os vêem que dificilmente dariam conta...

 

Situações extremas, exigem actuações extremas. Está mais do que provado que os programas de entretenimento oferecidos pela SIC não vendem, não convencem, cansam os telespectadores e são muito pouco inovadores.

 

De nada adiantou mudar o cenário do Fátima, se na prática o programa continou enfadonho e com os "cromos do costume" a enfestar e afundar o programa. Tirando a Fátima e mais um ou dois colaboradores do programa, o resto bem podia ir pro... Quinto Canal, por exemplo!

 

O Contacto já morreu e ainda não deu conta! E estão assim há meses! O programa já andava mal ainda com a Rita Ferro Rodrigues e  pior ficou depois da saída da apresentadora.

 

O Tá Gravar já deu o que tinha a dar! O zé-povo já se fartou de ver tantas vezes os mesmos videos do YouTube, apresentados por uma razoável Carolina Patrocínio e um assustadoramente mau Pedro Miguel Ramos!

 

As novelas da SIC... bem, nem vale a pena falar. Era juntá-las todas numa fogueira e deixa-las a arder até desaparecerem. A solução para a SIC NÃO SÃO AS NOVELAS. Essa é a imagem de marca da TVI. A SIC não pode querer ser diferente apostando no mesmo que a TVI aposta.

 

Veja-se a RTP. É a grande ameaça à TVI e, imagine-se... SEM NOVELAS EM HORÁRIO NOBRE!

 

Mas há muitos outros programas maus na grelha da SIC. O Ligou Ganhou é simplesmente asqueroso! Seria preciso tirar um doutoramento para perceber porque raio é que aquela "coisa" continua no ar. À custa "daquilo", a SIC compromete as audiências de TODA a manhã. O Fátima afunda-se, e o Primeiro Jornal vai atrás.

 

Dito isto, sei que dificilmente haverá grandes novidades na SIC. Não prevejo alterações nem na Direcção de Programas, nem propriamente na grelha. Avisos não faltam, maus resultados também não.

 

Fica a pergunta: QUE MAIS SERÁ PRECISO?

publicado por Portugal TV às 15:52
12 de Março de 2009

Apresentação da TVI24

A TVI pretende avançar com outros canais temáticos na televisão por cabo, além da TVI24, o canal de notícias da estação, mas a aprovação dos projectos «vai depender das negociações com a Zon», garantiu José Eduardo Moniz, director da estação.

 

«A SIC já tem uma oferta mais segmentada, com os canais por cabo e nós esperamos chegar lá também progressivamente», disse José Eduardo Moniz, numa conferência que aconteceu esta quarta-feira na Universidade Católica, em Lisboa, subordinada ao tema «A Televisão num Mundo Audiovisual em Mudança».

 

«Demorámos oito anos para conseguir a TVI24», acrescentou José Eduardo Moniz, explicando que não há previsões para o lançamento de outros canais temáticos.

 

Relativamente aos programas de entretenimento da TVI24, José Eduardo Moniz disse, quando questionado sobre os programas conduzidos por Alexandra Lencastre e Pedro Granger, que se tratava de «um espaço de entrevista e outro de debate entre jovens sobre temas da actualidade» mas com a particularidade de não serem conduzidos por jornalistas.

 

Ainda em relação ao entretenimento, o director da TVI considerou que o canal de serviço público devia «tomar a dianteira» na produção de entretenimento de qualidade, em vez de serem «os operadores privados a servir de referência ao serviço público», referindo-se aos telefilmes da SIC que foram pioneiros na ficção nacional.

 

NOTÍCIA E FOTO TVI24

publicado por Portugal TV às 12:59
11 de Março de 2009

É cada vez mais óbvio que a SIC não joga na mesma "liga" que a RTP e a TVI. A ver pelos recentes resultados obtidos pelo canal de Carnaxide, mais parece que enquanto a RTP e a TVI disputam a liderança do campeonato, a SIC limita-se a lutar para não descer.

 

Ultimamente a SIC colou nos 20% de share e parece daí não sai tão cedo. Isto apesar das inúmeras tentativas de alterar o panorama. Nas últimas semanas tem havido várias alterações na grelha da SIC. O Nós Por Cá, por exemplo, há duas semanas era emitido às por volta das 19h; na semana passada foi emitido às 19h30; esta semana, volta a ter quase uma hora, já que voltou a ser emitido pouco depois das 19h.

 

Até quando se manterá este horário, só Nuno Santos e a sua equipa é que sabem... se é que sabem!  Mas também nunca percebi o porquê destas mudanças na duração do programa. Aceitam-se sugestões...

 

Mas as mexidas também se estenderam a outros horários. Tal como chegou a acontecer na fase final da Favorita, também a Caminho das Indias trocou de horário com Podia Acabar o Mundo.

 

E mau seria se nada fosse mudado, já que a novela portuguesa andava a fazer pouco mais de 15% de share e a brasileira mal chegava aos 20%. Mas nem com as mudanças o panorama melhorou. Caminho das Indias ainda não tocou nos 20%!

publicado por Portugal TV às 22:55
08 de Março de 2009

Em Fevereiro de 2009, a TVI obteve 28.7% de share de audiência, a RTP1 registou 25.9%, a SIC obteve 24.4%, a RTP2, 5.0% e o cabo e outros canais 16.0%, segundo os dados da Marktest Audimetria/MediaMonitor.

 

O gráfico da evolução mensal do share de audiência para os últimos 24 meses mostra que a TVI mantém a liderança das audiências de televisão e que a SIC e a RTP1 estão praticamente "empatadas", com a RTP1 a colocar-se novamente na segunda posição, depois de a SIC ter ocupado esse lugar no mês anterior.

 

Em Fevereiro, as transmissões de futebol e programas relacionados lideram, com 9 presenças entre os quinze programas mais vistos no mês. Os programas de informação e as novelas ou séries de ficção nacional completam a lista dos mais vistos, com três presenças cada.

 

Na lista dos 15 programas mais vistos em Fevereiro, 6 foram exibidos pela TVI (entre os quais, a primeira posição), 6 foram oferecidos pela RTP1 (entre os quais, a 4ª posição) e 3 pela SIC (em 2º, 3º e 5º). As cinco primeiras posições desta tabela são ocupadas por jogos de futebol e programas relacionados.

 

A transmissão pela TVI do jogo de preparação da selecção nacional foi o programa mais visto do mês, com 20.6% de audiência média e 46.0% de share de audiência. O jogo pôs frente a frente a selecção portuguesa e finlandesa no dia 11.

 

Na segunda posição ficou o programa Os Protagonistas do jogo da Carlsberg Cup disputado entre o Sporting e o Fc Porto no dia 4. Este programa da SIC registou 19.4% de audiência média e 41.6% de share de audiência.

 

A transmissão do jogo de dia 4, na SIC, ocupou o terceiro lugar, com 18.7% de audiência média e 46.2% de share de audiência.

 

A transmissão do jogo da Liga dos Campeões entre o Atlético de Madrid e o Fc Porto foi o quarto programa mais visto no mês. A transmissão do jogo foi assegurada pela RTP1 no dia 24 e obteve 18.3% de audiência média e 45.0% de share de audiência.

 

No quinto lugar da tabela ficou a transmissão do jogo da Carlsberg Cup, entre o Benfica e o V. Guimarães, que a SIC passou dia 4 e que obteve 17.5% de audiência média e 40.9% de share de audiência.

Esta análise foi realizada com base em dados da Marktest Audimetria e da MediaMonitor, através do e-telereport.com e da Markdata Media Workstation (MMW). Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

publicado por Portugal TV às 15:54
05 de Março de 2009

O Nós Por Cá já começou a sofrer com a descida nas audiências. O programa começou bem, teve resultados até bastante promissores, mas desceu e nos últimos tempos estabilizou na média de 20% share.

 

Para não variar, a grande responsável foi a TVI. Moniz encurtou os episódios dos Morangos com Açúcar para conseguir entalar uma parte da Feitiço de Amor antes do Jornal Nacional.

 

E assim, Moniz conseguiu ganhar uma grande quota de mercado mesmo à entrada do horário nobre. A TVI conseguiu assim ,de uma assentada só, derrotar dois adversários: retirou a liderança ao Preço Certo e atirou para baixo o Nós Por Cá.

 

Agora, a direcção de Programas da SIC resolveu mexer no horário do programa de Conceição Lino. Desde o início desta semana que o magazine informativo começa às 19h25. Ora, tendo em conta que termina ainda antes das 20h, o programa pouco mais tem que 30 mins. Ao fim de três meses de exibição, o Nós Por Cá já tem metade da duração inicial.

 

Curiosamente, a SIC colocou o programa de Conceição Lino em confronto directo com a novela Feitiço de Amor. Não consigo entender porque o fez, nem com que objectivo, mas temo que rapidamente o Nós Por Cá se torne no mais recente exemplo de "carne para canhão"...

 

publicado por Portugal TV às 19:25

 

Depois de oito anos afastado dos ecrãs portugueses, o mágico volta à antena da estação pública com um programa de 13 episódios onde junta ilusões, património, figuras públicas e um ancião que surpreende os transeuntes com os seus truques.

 

A personagem "mágico incógnito" deu o ponto de partida para a apresentação do novo programa de Luís de Matos, que a RTP1 estreia no domingo. A figura de um idoso que no meio da rua, "perde a cabeça" ou liberta pombas é uma das suas criações para o formato que se chama "Mistérios".

 

"Foi a única oportunidade de ter reacções absolutamente genuínas", contou ontem aos jornalistas, acrescentando que "a ilusão pode acontecer a qualquer momento". Só para compor este personagem o mágico submetia-se a quatro horas de caracterização.

Em cada semana Luís de Matos vai explorar mistérios como "Dejá vu", "Coincidência" ou a "Sorte", contando para isso com a ajuda de algumas figuras públicas. Por exemplo, na primeira edição, dedicada ao "Fogo", terá como convidados Catarina Furtado, Raul Solnado, Yolanda Soares, José António Tenente e Joana Vasconcelos. "Chamo-lhes 'as mesas improváveis' porque junto pessoas de várias gerações e sectores para mostrar que é uma arte transversal".

 

Já o património histórico e arquitectónico serve de cenário para alguns dos truques do mágico, que nos últimos anos tem vindo a participar nas emissões da televisão galega.

José Fragoso, director de Programas, auspiciou "bons resultados" para o formato que se insere na estratégia de diversificação de grelha da RTP1.

 

NOTICIA JORNAL DE NOTÍCIAS

 

publicado por Portugal TV às 12:23
03 de Março de 2009

É sem dúvida um claro sinal dos tempos. Os últimos três meses da televisão portuguesa  ficaram marcados pela descida consecutiva do canal dirigido por José Eduardo Moniz.

 

Os números são óbvios e não deixam lugar a dúvidas. A TVI fechou 2008 com 30,5% de share, mas em Dezembro já ficou abaixo da média do ano passado, ao fazer apenas 29,8%. Em Janeiro nova descida mais acentuada: 28,9% e em fevereiro, o canal de Queluz volta a perder, desta vez, apenas duas décimas e fecha o mês com 28,7%.

 

Mas o grande trambulhão foi sem dúvida da SIC que voltou a perder o segundo lugar para a televisão pública. Para este mau resultado podem ser apontadas várias causas, mas a saída de Fátima Lopes do programa matinal é sem dúvida a mais óbvia. Merche Romero e Carlos Ribeiro revelaram-se maus timoneiros e assim, o barco cada vez se afunda mais.

 

Mas se de manhã, o panorama é mau, de tarde não é melhor. O Contacto não descola do fundo e já se viu que dificilmente irá longe, tal como está formatado. O programa tornou-se enfadonho, repetitivo, previsível e nunca conseguiu recuperar da saída de Rita Ferro Rodrigues.

 

Depois segue-se o enorme flop Rebelde Way. A novela em vez de puxar o canal para cima, empurra-o ainda mais para baixo. Má herança esta, a de Francisco Penim.

 

Para terminar, há que referir as descidas de Nós Por Cá, que não resiste à emissão de parte de Feitiço de Amor (TVI) antes do Jornal Nacional. Também o Tá a Gravar tem feito maus resultados, o que também ajudou a perder mais alguns pontos no horário nobre.

 

Em suma, de pouco valeram os excelentes resultados dos últimos episódios da Favorita. Na SIC quando se veste um santo, muitos outros ficam despidos...

publicado por Portugal TV às 20:07
últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
17
18
19
21
22
25
28
31
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Março 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
13
14
15
17
18
19
21
22
25
28
31