28 de Novembro de 2008

Tenho lido na imprensa diária que 2009 vai mesmo ser um ano de grandes mudanças na SIC. Luís Marques toma posse em Janeiro como homem forte do canal e, ao que parece, está mortinho por pôr as mãos na massa.

 

Pelos vistos, o novo director-geral da SIC quer mexer na direcção de programas e de informação. Só não se sabe ainda se vai apenas mexer na "estrutura", ou na própria liderança das direcções.

 

Quem está cada vez mais com a corda ao pescoço é Herman José. De acordo com alguns jornais, o humorista estará de malas aviadas.

 

A SIC prepara-se assim, para oferecer de bandeja "o ouro ao bandido". Herman aufere um salário demasiado elevado para os resultados das audiências dos programas que apresenta.

 

Quem já deve estar a esfregar as mãos de contente é José Eduardo Moniz, que com certeza verá nesta saída, a oportunidade de finalmente meter o Herman na TVI. Canal, onde estou certo, Herman voltará a ter sucesso, tendo em conta o tipo de público da estação.

 

É certo que nada disto é seguro. Aliás, tendo em conta os jornais que têm relatado estas possibilidades, isto pouco mais é do que um boato. Mas se for verdade, eu pergunto-me: quem causará maior prejuízo à SIC: o Herman que é um apresentador-faz-tudo, ou Diana Chaves que foi contratada por 15 000 € por mês para dar uns beijos à Ana Guimar na novela Podia Acabar o Mundo? Isto já para não de Claudia Vieira, cujo investimento está a anos-luz de dar lucro! E já agora, o que dizer de Luciana Abreu... 20 000 euritos por mês, dão muito jeito, não???

publicado por Portugal TV às 17:58


A Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) instaurou um processo contra a SIC Notícias, por ter verificado a inserção de patrocínios nos programas que considera de informação Expresso da Meia-Noite e Frente a Frente, quando a lei o proíbe.

O regulador dos media analisou a programação da SIC Notícias e da RTPN, de 1 a 27 de Julho deste ano, e, segundo refere no parecer (disponível no seu site), apenas a SIC Notícias apresentou patrocínios de dois programas, violando o n.º 3 do artigo 24.º do Código da Publicidade, que diz: "Os telejornais e os programas televisivos de informação política não podem ser patrocinados." Em relação à RTPN, a ERC diz que "não foram identificados conteúdos patrocinados". Além disso, refere ainda ter sido violada a directiva da Televisão sem Fronteiras e a Convenção sobre Televisão Transfronteiras.

O Frente a Frente, incluído no serviço informativo Jornal das 9, apresentava no período em análise várias inserções de patrocínios referentes ao Citroën C5 Tourer e Caixa Works (Caixa Geral de Depósitos - CGD). Já no Expresso da Meia-Noite, foram colocadas inserções referentes ao Citroën C4 Picasso.

Segundo a ERC, "os patrocínios em ambos os programas são identificados pela locução de 'Este programa é patrocinado por...' e apresentados através de spots com a duração de cinco segundos, no início e final dos programas". O Expresso da Meia- -Noite tem a particularidade de, "no final, [o patrocínio] ser inserido após o separador de publicidade e da apresentação dos designados cartões de agradecimento das marcas Banif, Wilkhahn e Dielmar".

O DN contactou a SIC, que remeteu quaisquer comentários para a sua argumentação constante no parecer da ERC: "(...) Nem o programa Frente a Frente nem o programa Expresso da Meia-Noite integram tais categorias [previstas no n.º 3 do artigo 24.º do Código da Publicidade], não constituindo qualquer deles nem telejornais nem programas de informação política." Mais adiante reforça que "é bem conhecida na teoria do jornalismo a capital diferença entre os conceitos de 'informação' e de 'opinião', integrando-se claramente quer o Frente a Frente quer o Expresso da Meia-Noite no segundo deles". Pelo que, defende a SIC, "de acordo com a legislação aplicável, não podem restar quaisquer dúvidas acerca de o patrocínio aos dois referidos programas ser lícito e legalmente admissível, porquanto os mesmos não integram o conceito de programa em que tal patrocínio seja proibido por lei (que são exclusivamente, recorde-se, os 'telejornais e os programas televisivos de informação política', conforme dispõe expressamente o art.º 24.º, n.º 3 do Código da Publicidade)".

Depois, "(...) desde praticamente o início das suas emissões, diversos programas e rubricas da programação da SIC Notícias sempre foram objecto de patrocínio (e mencionado como tal) sem que alguma vez tal prática tenha sido posta em causa (e sem que, entretanto, o normativo legal aplicável aos patrocínios tenha sofrido qualquer alteração)".

Não menos importante é o facto de a SIC ser uma televisão comercial, que vive sobretudo das receitas publicitárias, pelo que defende: "(...) Uma eventual redução de receitas (por efeito da limitação dos patrocínios) implicará a determinação de idêntica compressão nos custos, com óbvios e inelutáveis reflexos na qualidade da programação, determinando o inevitável empobrecimento da mesma em prejuízo dos telespectadores."

A ERC, por agora, não entendeu assim e vai ouvir as partes: SIC, Citroën, CGD e "agências de publicidade eventualmente envolvidas".

   NOTÍCIA DIÁRIO DE NOTÍCIAS

publicado por Portugal TV às 14:13
últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
29
30
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Novembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
14
15
16
17
18
19
20
21
22
29
30