19 de Setembro de 2008

Revista de Imprensa:

Correio da manhã

 

No momento em que completa dez anos à frente da TVI, José Eduardo Moniz admite que a entrega total à estação que elevou a líder de audiências “condicionou” a sua vida.

 

A 22 de Setembro de 1998, Moniz encontrou um canal moribundo, com 13% de share, e decidiu revolucionar o panorama audiovisual português. Criar 'uma informação que traduzisse o espírito de independência, de capacidade crítica e de distanciamento que entendíamos que faltava à televisão em Portugal e fazer uma televisão muito portuguesa' foram as metas traçadas pelo director-geral da estação. 'Apostámos fortemente em produtos de ficção, de modo a combater a predominância brasileira que existia', recorda. 'E introduzimos formatos diferentes, que as pessoas não conheciam, daí a aposta no ‘Big Brother’ na altura.' A TVI tem agora cerca de 30% de quota de mercado.

 

Teresa Guilherme foi um rosto marcante dessa nova TVI. Hoje, a apresentadora está à frente de um formato polémico na rival SIC. Sobre ‘O Momento da Verdade’, Moniz admite: 'Poderia ter tido este programa, e foi à TVI que ele foi proposto em primeiro lugar, mas, provavelmente, eu não tive dinheiro para comprar.'

 

‘O Momento da Verdade’ 'é caro de produzir', esclarece, 'e nós temos de fazer opções. Aquilo que é genuinamente português, como é a nossa ficção, e que desperta a criatividade nacional tem de ser prioritário. Obviamente que este é um formato por nós referenciado mas que na nossa lista de prioridades teve de ser deixado para trás'. 'Só uma estação com muito dinheiro, nas actuais situações de mercado, o consegue fazer', conclui.

 

À frente da estação líder de audiências, José Eduardo Moniz admite que essa não pode ser a meta de quem trabalha no sector privado, 'a primeira preocupação é garantir a sobrevivência das empresas'.

 

Defensor de uma televisão feita em português para portugueses, o director-geral da TVI nota que essa é uma tarefa do serviço público. 'Somos nós que estamos a gravar ‘Equador’ quando à RTP competiria fazer a adaptação, bem feita, de grandes obras da literatura portuguesa.' 'O que eu quero é que a TVI seja a televisão que mais se aproxima da realidade', diz. Por isso, à pergunta sobre para quando um novo ‘Big Brother’, responde: 'Porque não?'

publicado por Portugal TV às 19:36

 

A emissão de estreia foi para o "ar" na segunda-feira, 25 Agosto às 20:59. Durante mais de 47 minutos estiveram em média a ver o programa 970.200 espectadores, ou seja, o Jogo Duplo registou na primeira sessão 10.3% de audiência média e 25.7% de share.

O evento foi contactado por um total 2.130.500 espectadores que viram em média mais de 45% da duração total do evento, que corresponde a um consumo de 22 minutos, aproximadamente.

Às 21:19 o concurso registou o pico de audiência com uma média 1.044.000 espectadores.

 

 

 

O Jogo Duplo contribuiu positivamente para a audiência do canal ao apresentar uma audiência superior em cerca de 3 vezes à média registada pelo canal (3.6%), de acordo com o índice Alfa (alp%).

 
 
 
 
 
 
 
 

 

Confrontando o programa com os restantes no mesmo período horário, verifica-se que o concurso esteve acima da audiência registada pelo conjunto dos restantes programas em 6%, como indica o índice Beta (bet%).

 

A emissão de estreia registou maior afinidade junto dos indivíduos com mais de 55 anos, isto é nos alvos 55/64 anos e mais de 64 anos, por outro lado, a menor afinidade regista-se sobretudo junto da população entre os 15 e 24 anos, quando comparada a audiência média do universo com a audiência do alvo.

 

 

 

Análise realizada pela MediaMonitor com base em dados retirados do MMW/Telereport.

 

publicado por Portugal TV às 19:26

 

 

Na primeira semana, as 5 emissões registaram 5.8% de audiência média e 21.5% de share. O segundo programa, transmitido a 9 de Setembro, alcançou a melhor marca com 8% de audiência média e 30.4% de share. Já a estreia não excedeu por 6.4% de audiência média e 22.6% de share.

 

 

 

 

As cinco emissões foram vistas por 38% dos indivíduos residentes em Portugal Continental com mais de 4 anos, ou seja, cada um dos 3.580.200 espectadores contactou com pelo menos um programa.

 

 

 

 

No perfil de audiência a melhor registo verificou-se junto da população residente no Litoral Norte e no Interior com uma adesão acima dos 20%. Por género, a população feminina detém o melhor perfil de audiência com um valor acima dos 63%. Em relação à classe social o melhor consumo pertence à Classe D com um valor acima dos 37%. Por faixa etária, a população mais idosa (+64 anos) é a prefere o programa foram responsáveis por cerca de 21% da audiência.

 

Análise realizada pela MediaMonitor com base em dados retirados do MMW/Telereport.

publicado por Portugal TV às 19:23
últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
20
21
25
27
30
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Setembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
14
20
21
25
27
30