15 de Julho de 2008

JN

 

A emissão de um jogo de râguebi pela estação neo-zelandeza Prime TV foi interrompida por imagens de um filme pornográfico, durante quatro minutos. Os pedidos de desculpa repetem-se.

 

Um erro técnico que tem suscitado críticas por parte das outras estações e pelos representates dos pais, uma vez que o jogo estava a ser transmitido numa hora a que as crianças vêm televisão.

 

Segundo o El Mundo, a estação tem pedido desculpas, mas não está a conseguir acalmar os ânimos das associações parentais, que acusam o canal de "corromper a inocência" dos mais novos. As imagens pornográficas, do filme "Mulheres negras desesperadas 2" destinavam-se ao canal por assinatura Spice Channel, mas entraram acidentalmente na emissão de sinal da Prime TV.

 

Por seu lado as estações concorrentes continuam a "pôr o dedo na ferida" ao retransmitirem o momento crítico, ainda que censurando as cenas pornográficas.

 

publicado por Portugal TV às 14:21
14 de Julho de 2008

REVISTA DE IMPRENSA:

 



http://dn.sapo.pt/2008/07/06/economia/rtp_custanos_05_ivaan0.html

RTP CUSTA-NOS 0,5% DE IVA/AN0


Jorge Fiel
redactor principal

Tomem, por favor, nota do meu mail - jorgefiel@dn.pt - para o caso da leitura desta crónica vos dar vontade de me escrever a argumentar, reclamar, ou até mesmo insultar (se isso vos aliviar). Se calhar a culpa é minha, mas estou farto de espremer as meninges e ainda não descortinei uma boa razão para continuarmos a pagar a RTP.

E não me venham, por favor, com o argumento de que a RTP serve para dar tempo de antena ao primeiro-ministro quando ele precisa de se ir explicar à televisão. Tenho a certeza de que depois de na terça à noite a TVI ter entrevistado Ferreira Leite, a SIC teria todo o gosto em receber Sócrates no dia seguinte.

Em 2007, a RTP custou-nos 240 milhões de euros - 126 milhões directos do Orçamento de Estado, mais 114 milhões do imposto dissimulado de taxa do audiovisual que nos é cobrado mensalmente com a factura da electricidade.

Até dói pensar que em dois anos, a RTP nos custa o equivalente à receita de 1% de IVA.

Em vez de continuar a sustentar a RTP, Sócrates brilharia se repusesse a taxa do IVA no valor em que a encontrou quando chegou a S. Bento. E abstenho-me de enumerar as vantagens desse corte. O Governo já as inventariou quando desceu o IVA de 21% para 20%.

Não é preciso ser um barra a Economia para perceber que a RTP é muito mais ineficiente que a concorrência. Basta espreitar os relatórios.

Em 2007, a grelha da RTP1 custou 76,3 milhões de euros, mais do que gastaram em programação todos os cinco canais SIC. As receitas geradas pela RTP1 (74,6 milhões) não chegam sequer para pagar a programação.

Nos custos com pessoal, a RTP1 volta a revelar-se pouco competitiva. Gasta mais 50% do que os privados: RTP1: 45 milhões; SIC: 31 milhões; TVI: 29 milhões.

Se a RTP é cara (custa-nos por ano o e equivalente à receita de 0,51% de IVA) e ineficiente (gasta mais e gera menos receitas que os privados) por que continuamos a pagá-la?

Não será seguramente para evitar que ela feche. O frenesim à volta do 5.º canal diz-nos que o negócio da televisão é apetecível. Se o Governo anunciasse a privatização da RTP, os interessados fariam fila à porta do gabinete do ministro Santos Silva.

"Serviço Público." Estas duas palavrinhas têm as costas largas. São elas que justificam que a RTP continue estatal. Ora eu contesto a bondade desta explicação. Não percebo porque é que o Jorge Gabriel (RTP) é mais "serviço público" do que a a Fátima Lopes (SIC) ou a Júlia Pinheiro (TVI). Ou porque é que a telenovela "Dança Comigo" é "serviço público" e "Ciranda de Pedra" (SIC) e "A Outra" (TVI) não são.

O José Mendes é divertido e tem a boa educação de respeitar os concorrentes, mas acho um pouco exagerado classificar "O Preço Certo" como "serviço público".

Há razões para a RTP continuar estatal que a minha razão desconhece. O outro prometeu vender um dos dois canais da RTP, mas quando escapou para Bruxelas deixou o Estado com três canais no regaço (acrescentou a RTPN).

A RTP tem mel. Não há outra explicação para este Governo proibir o Governo da Madeira de ter um jornal, enquanto ele se mantém dono de três canais de televisão - e de estações de rádio que fazem o "serviço público" de emitir notícias e música rock. Sócrates deve achar que a TSF e a RFM não nos chegam... |

publicado por Portugal TV às 17:09

A Espanha é uma justa vencedora do EURO 2008?

Sim
75,00%
Não
8,33%
É-me indiferente...Não ganhou Portugal.
16,67%

 

 

A eliminação de Portugal foi justa?

Sim, fizemos pouco para ganhar
75,00%
Não, merecíamos ter passado às "meias"
25,00%

 

 

Quem é o principal responsável pelo aumento dos combustíveis?

O Governo
0.00%
As petrolíferas
23,08%
A conjuntura económica mundial
61,54%
Os países produtores de petróleo
15,38%

 

publicado por Portugal TV às 11:15
10 de Julho de 2008

Domingo passado, um incêndio urbano num prédio da Avenida da Liberdade, em Lisboa, levou mais uma vez as televisões a entrarem numa espécie de histeria colectiva.

 

A RTPN e a SIC NOTÍCIAS de imediato iniciaram uma emissão especial. No caso do canal de Carnaxide, a equipa que assegura as madrugadas foi até substituída. A pivot habitual teve que ceder o seu lugar ao veterano Pedro Mourinho que, normalmente, só trabalha durante a semana. Também os reporteres de exteriores foram substituídos.

 

Na RTPN manteve-se o pivot , mesmo quando a RTP1 começou a emissão em simultâneo com a "N". Também a RTP reforçou as equipas na rua. 

 

Depois do canal público também a SIC iniciou um simultâneo com a SIC Notícias num "Especial" que durou cerca de 45 minutos.

 

Curiosa e estranhamente, a TVI passou ao lado do suposto grande acontecimento. E surpresa das surpresas - ou talvez não - foi o canal preferido dos telespectadores no horário em que a SIC e a RTP transmitiam os seus "especiais".

 

Resumindo e concluindo, este resultado das audiências revela algo que os directores das televisões frequentemente esquecem: PORTUGAL NÃO É SÓ LISBOA!

 

E por isso, a poucos interessou um incêndio num ou dois prédios de uma avenida da capital, sendo que nem sequer havia vítimas. Aos outros, que não moram na capital nem perto, nem são grandes fãs de sirenes e bombeiros, interessou-lhes mais ver o filme da TVI.

 

Um lição estranhamente vinda do canal frequentemente classificado de "espalhafatoso" e coisas do género...

 

 

publicado por Portugal TV às 22:41
06 de Julho de 2008

 
 
 
 
 
 
 
 
Presidente da TAP quadruplica ordenado em 5 anos, diz jornal

O ordenado de Fernando Pinto, responsável executivo da TAP, quadruplicou em cinco anos, destaca o semanário Sol na edição deste sábado.

Num ano, refere o artigo, Fernando Pinto poderá receber um total de 1,2 milhões de euros – seis vezes mais do que recebeu em 2001, quando assumiu funções de administrador-delegado da TAP.

 

De acordo como jornal, o conselho de administração executivo da TAP custa à empresa quase quatro milhões de euros por ano em ordenados e prémios.

O gestor brasileiro que dirige a transportadora aérea nacional recebe actualmente, por mês, um salário que ronda os 60 mil euros, cerca de 840 mil euros ao ano, um valor que será acrescido de um prémio 420 mil euros por ter atingido os objectivos de gestão definidos pelo Governo para 2007.

publicado por Portugal TV às 17:34
04 de Julho de 2008

 
 
Em Junho de 2008, a TVI obteve 33.5% de share de audiência, a SIC registou 24.3%, a RTP1 obteve 20.7%, a RTP2, 5.6% e o cabo e outros canais 15.9%, segundo os dados da Marktest Audimetria/MediaMonitor.
 

O gráfico da evolução mensal do share de audiência para os últimos 24 meses mostra que a TVI reforçou a liderança das audiências de televisão e que obteve este mês o seu resultado mais positivo de sempre. A SIC e a RTP1 registaram uma quebra nas audiências neste mês de Europeu de futebol, quebra que foi mais acentuada na RTP1.

 

Em Junho, as transmissões de jogos do Euro 2008 lideraram destacadamente, com dez posições entre os quinze programas mais vistos. As novelas ocuparam três lugares desta tabela, contando-se ainda um programa de informação e um de humor entre os mais vistos no mês.

 

Na lista dos 15 programas mais vistos em Junho, 14 foram exibidos pela TVI (as 14 primeiras posições) e 1 na RTP1 (em 15º). As seis primeiras posições referem-se a jogos do Euro 2008, que a TVI transmitiu.

 

A transmissão do jogo dos Quartos de Final do Euro 2008, disputado entre Portugal e Alemanha foi o programa mais visto do mês, com 34.5% de audiência média e 75.6% de share de audiência. Este jogo foi exibido pela TVI no dia 19 e, até ao momento, é o programa com mais audiência do ano.

 

Na segunda posição ficou o Suíça x Portugal, transmitido dia 15, que obteve 29.8% de audiência média e 71.8% de share de audiência.

 

A transmissão do Portugal x Turquia no dia 7 ocupou o terceiro lugar, com 28.2% de audiência média e 77.3% de share de audiência.

 

Em quarto lugar ficou o programa de Comentários a este jogo, que registou 25.3% de audiência média e 67.7% de share de audiência.

 

No quinto lugar da tabela ficou o República Checa x Portugal, emitido dia 11 e que obteve 22.9% de audiência média e 84.5% de share de audiência.

Esta análise foi realizada com base em dados da Marktest Audimetria e da MediaMonitor, através do e-telereport.com e da Markdata Media Workstation (MMW). Contacte-nos para mais informações sobre este assunto.

A Marktest.com autoriza a reprodução desta notícia nos meios de comunicação social desde que indicada a fonte: Marktest.com e outras fontes por ela citadas

 

publicado por Portugal TV às 14:27
01 de Julho de 2008

Bola de FutebolA SIC assegurou os direitos de transmissão televisiva dos jogos das duas próximas edições da Taça da Liga, anunciou hoje a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), em comunicado.

A assinatura do contrato entre as duas entidades vai decorrer amanhã às 11h00 nas instalações da estação de televisão e contará com a presença do presidente da LPFP, Hermínio Loureiro.

Na época passada, na edição inaugural prova, disputada exclusivamente pelas equipas da primeira e segunda ligas, o Vitória de Setúbal tornou-se o primeiro campeão, ao vencer na final o Sporting.

 

NOTÍCIA AGÊNCIA LUSA in PUBLICO.PT

publicado por Portugal TV às 20:24
VÍDEOS
Televisões mostram José Sócrates a preparar comunicação ao País Bloqueio à Liberdade de Informação no CascaisShopping
Em Votação:
"Peso Pesado" poderá ser a salvação das audiências da SIC?
Sim, porque é um programa cativante que fideliza o público.
Não, porque o programa é um bocado entediante.

últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
Número de Visitantes:
free hit counter
hit counter
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
MÚSICA
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30