05 de Agosto de 2009

O director-geral da TVI, José Eduardo Moniz anunciou esta manhã a saída da estação de Queluz, segundo um comunicado divulgado no site da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários. A saída tem efeito a partir de hoje, de acordo com o mesmo texto. Manuela Moura Guedes já garantiu que vai continuar como subdirectora de informação.

O comunicado da Media Capital, dona da TVI, surge dias depois da Ongoing, que detém 20 por cento da Impresa, se ter mostrado interessada na aquisição de uma participação maioritária na TVI.

O negócio implicaria a saída do director-geral e de coordenação de informação e programas, que passaria a integrar a administração da Ongoing. O grupo liderado por Nuno Vasconcellos e Rafael Mora detém os títulos "Semanário Económico" e "Diário Económico".

Num comunicado, o próprio José Eduardo Moniz começa por afirmar que amanhã já não será o director da TVI e acrescenta que sai "triste", com muito ainda por fazer.

"A empresa que vim encontrar há onze anos não é a mesma que deixo. Orgulho-me de ter contribuído para que a TVI se transformasse naquilo que hoje é : uma estação líder, diariamente ponto de encontro de milhões de portugueses".

Já Manuela Moura Guedes sublinha que não tem "rigorosamente nada a ver com a vida profissional" de José Eduardo Moniz e garante que irá manter-se nas suas funções como subdirectora de informação dentro da estação televisiva, depois de regressar de férias.

A coordenadora e "pivot" do Jornal de Sexta da TVI volta ao trabalho a meio de Agosto para reiniciar o noticiário, que tem regresso à antena marcado para 4 de Setembro.

Quanto a qualquer mudança nas suas funções devido à saída de Moniz, com quem é casada, Manuela Moura Guedes salienta que ambos têm vidas pessoais e profissionais completamente separadas.

Enquanto funcionária da estação televisiva, a jornalista disse também que lamenta a saída do actual director-geral, a quem "a TVI deve aquilo que é hoje".
 
NOTÍCIA E FOTO JORNAL PÚBLICO
 
publicado por Portugal TV às 20:22

Moniz deixa de ter qualquer vínculo profissional com a Media CapitalJosé Eduardo Moniz cessou hoje as funções de director-geral e de coordenação de informação e programas da TVI.  A saída, avançada em primeira mão pelo Expresso na edição do passado sábado, ocorre no momento.

 

As funções anteriormente desempenhadas por José Eduardo Moniz passam agora a ser assumidas pela administração da TVI, através do administrador delegado, Bernardo Bairrão. Luis Cunha Velho assumirá cumulativamente com as suas actuais funções, e a título interino, as funções de Coordenação da Área de Programas. A Área de Informação continuará a ser coordenada pelo Director de Informação, João Maia Abreu.

 

O anúncio da saída de Moniz confirma a notícia avançada durante o fim-de-semana pelo Expresso. A retirada de cena da direcção da TVI, onde estava há mais de 10 anos, decorre na sequência da negociação da compra de 30% da Media Capital por parte da Ongoing, empresa que detém o Diário Económico e Semanário Económico e controla mais de 20% do capital da Impresa (SIC/Expresso/Visão).

 

Segundo apurou o Expresso, Moniz, considerado o grande responsável pela subida da TVI à liderança da televisão em Portugal, poderá agora ser puxado para a administração da Ongoing e vir a representar a empresa da família Rocha dos Santos na Media Capital, caso o negócio venha a concretizar. É também provável que José Eduardo Moniz venha a ocupar um cargo na Ongoing Media, empresa do grupo liderado por Nuno Vasconcellos para a área da comunicação social.

 

A Ongoing, que também é o 5º maior accionista da PT, tem parcerias no sector dos media em Angola e está a equacionar a possibilidade de entrar no mercado brasileiro, através de um jornal económico. Desconhece-se ainda se Manuela Moura Guedes, alvo de críticas directas do primeiro-ministro, fica ou sai da TVI.

 

A Ongoing propos na semana passada a Francisco Pinto Balsemão o reforço da posição no capital da Impresa para 50%, uma operação que seria efectuada através de um aumento de capital. Mas o accionista maioritário da Impresa recusou a oferta. "Não vejo necessidade de um aumento de capital, que levaria, ainda por cima a uma alteração da posição de controlo que tenho", afirmou Balsemão em comunicado na segunda-feira.

 

A Ongoing está, conforme noticiou o Expresso no sábado, a negociar a compra de cerca de 30% da Media Capital, com uma opção de compra no futuro de até 49,9%. O investimento será de 120 milhões de euros. A Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pediu explicações à Media Capital sobre a natureza e os termos da conversa que estão a decorrer entre a Ongoing e a Prisa.

 

in: http://aeiou.expresso.pt/moniz-deixa-direccao-da-tvi=f529401

 

publicado por Portugal TV às 14:54

 

Amanhã já não serei Director Geral da TVI. Chegam ao fim onze anos de colaboração intensa ,militante, incondicional e apaixonada.

 

A empresa que vim encontrar há onze anos não é a mesma que deixo. Orgulho-me de ter contribuído para que a TVI se transformasse naquilo que hoje é : uma Estação líder, diariamente ponto de encontro de milhões de portugueses , veículo incontornável para quem quer uma Informação verdadeira ,independente e descomplexada sobre a Actualidade e berço da melhor ficção que Portugal tem para mostrar em Televisão.

 

Em poucos anos, com o seu entretenimento, o seu jornalismo e a sua produção ficcionada, a TVI operou uma verdadeira revolução no mercado português, para orgulho de todos os que aqui trabalham e colaboram. Costumo dizer, sem falsa modéstia, que se conseguiu construir a mais portuguesa das estações de TV do País, em cumplicidade plena com os espectadores, esses sim, os nossos verdadeiros parceiros estratégicos. Sem eles, o sonho ambicioso que havíamos desenhado nunca sairia do chão.

 

A TVI de hoje é resultado dessa aliança estreita e da íntima relação de confiança que se estabeleceu com uma percentagem esmagadora da população . Dos mais novos aos mais velhos, tenho sido privilegiado ,nas ruas, com inúmeras manifestações de reconhecimento e simpatia pelo trabalho por todos desenvolvido.

 

Foi uma enorme honra fazer parte desta equipa e servir, sem restrições, o público que aceitou ser participante activo das mudanças que se operaram no mercado e que permitiram colocar a TVI no patamar de liderança em que se encontra . Líder de audiências desde 2005 e, sem interrupção , desde 2006, é igualmente campeã de facturação e caso raro em rentabilidade. Longe vão os dias, dos quais não me esqueço ,em que a sua sobrevivência estava em risco.

 

Obviamente, saio triste. Outra coisa não seria de esperar , depois de tanto tempo. O essencial, no entanto, fica feito. Há novos projectos desenhados e ideias lançadas que ficam nas mãos de outras pessoas que ,certamente ,com a competência ,os ensinamentos , o bom senso e a experiência adquiridos ao longo de anos, saberão conduzir esta nau. Mas se saio de coração triste, também parto de consciência tranquila, convicto de que me orientei por princípios de honestidade e isenção, não aceitando pactuar ,até final, com orientações ou pressupostos susceptíveis de contaminarem o pacto de seriedade e de verdade celebrado com os nossos espectadores.

 

Fi-lo de forma persistente e resistente, atitude válida até este último dia de funções e que se manteve sempre inabalável independentemente das mudanças accionistas que o Grupo empresarial detentor da TVI sofreu. Faço votos para que assim continue e que se preserve o espírito livre, inconformista e batalhador desta Empresa, imbuída de uma cultura de independência perante os Poderes que representa um dos seus activos mais importantes.

 

Agradeço ,pois, a todos quantos cá trabalham pelos anos inesquecíveis que me proporcionaram. De jornalistas a técnicos, de repórteres de imagem a operadores e criativos de grafismo, de supervisores a escriturários ,de apresentadores a motoristas ,de vendedores a secretárias, de directores até ao mais humilde trabalhador. A todos muito obrigado.

 

Uma palavra ,também, de agradecimento a autores, actores, realizadores, músicos, iluminadores e equipas técnicas que comigo colaboraram na grande revolução ocorrida na ficção televisiva em Portugal. Fico , igualmente, em relação a eles , todos ,com uma enorme dívida, que sei impossível de saldar. Fabricámos sonhos, espalhámos emoções e mostrámos Portugal aos portugueses ,com atrevimento e paixão. Conseguimos chamar a nós os melhores , ao mesmo tempo que descobríamos novos talentos.

 

Tenho a certeza de que as estradas que se abriram conduzirão a oportunidades cada vez mais aliciantes.

 

A vida é feito de ciclos. Este chegou ao fim. Felicidades para todos. Até sempre !

José Eduardo Moniz

 

in: http://aeiou.expresso.pt/moniz-deixa-direccao-da-tvi=f529401

 

publicado por Portugal TV às 14:50

José Eduardo Moniz estará em Directo no Jornal Nacional desta noite

publicado por Portugal TV às 13:02

José Eduardo MonizO director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, vai abandonar a estação de Queluz de Baixo.

 

De acordo com um comunicado da Media Capital, Moniz cessa esta quarta-feira «por mútuo acordo as suas funções de Director-Geral e de Coordenação de Informação e Programas da TVI, deixando a partir desta data de ter qualquer vínculo profissional em relação às empresas que compõem o Grupo Média Capital».

«O Dr. José Eduardo Moniz ingressou na TVI em Setembro de 1998 como director-geral, tendo sido ao longo destes mais de 10 anos o principal responsável pela coordenação de uma vasta equipa de grandes profissionais, que permitiu levar a TVI até à liderança indiscutível em audiências e no reconhecimento pelo público português», refere a Media Capital no mesmo comunicado.

 

Noutro comunicado entretanto emitido, a administração da TVI deseja «o maior sucesso nos projectos profissionais em que, porventura, venha a envolver-se».

 

Bernardo Bairrão e Luís Cunha Velho acumulam funções

 

As funções anteriormente desempenhadas por José Eduardo Moniz passam a ser assumidas pela administração da TVI, através do administrador delegado, Bernardo Bairrão.

Nesta mesma data, Luis Cunha Velho assumirá cumulativamente com as suas actuais funções, e a título interino, as funções de Coordenação da Área de Programas.

 

A Área de Informação continuará a ser coordenada pelo Director de Informação, João Maia Abreu.

 

A TVI deixa elogios ao trabalho de Moniz, afirmando que o seu nome «está definitivamente ligado ao que é hoje a televisão em Portugal, com o afirmar da produção nacional de qualidade e como geradora de grandes audiências, com a defesa de um perfil de informação livre e irreverente e com a forte aposta na promoção do talento nacional».

 

NOTÍCIA E FOTO TVI24.PT

publicado por Portugal TV às 12:57

O director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, rescindiu o contrato com o canal de televisão privado, deixando o grupo Media Capital, proprietário daquele órgão de comunicação social.

 

(EM ACTUALIZAÇÃO)

publicado por Portugal TV às 12:42
VÍDEOS
Televisões mostram José Sócrates a preparar comunicação ao País Bloqueio à Liberdade de Informação no CascaisShopping
Em Votação:
"Peso Pesado" poderá ser a salvação das audiências da SIC?
Sim, porque é um programa cativante que fideliza o público.
Não, porque o programa é um bocado entediante.

últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
Número de Visitantes:
free hit counter
hit counter
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
MÚSICA
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
19
20
22
23
28
29
30
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
14
15
16
19
20
22
23
28
29
30