29 de Abril de 2009

Com o mês a terminar já é possível constatar o previsível: a SIC volta a ficar em terceiro lugar com apenas 22,4% de share. O canal de Carnaxide não conseguiu sequer aproveitar a queda da RTP dos 24,3% conquistados em Março, para os 23,2 relativos ao mês de Abril. A SIC conseguiu ainda assim, fazer pior que no mês passado e perde audiências pelo quarto mês consecutivo (ver resultados de audiências desde Janeiro na coluna ao lado)!

 

E se Abril foi o pior mês de 2009 para a SIC, também foi o melhor mês para a TVI que, pela primeira vez este ano, "toca" e ultrapassa os 30% de share. O canal de Moniz conquistou em Abril  30,4% e acimenta ainda mais a sua intocável liderança.

 

Dizer ainda que em todo o mês de Abril, a TVI apenas perdeu 3 dias para a RTP. A SIC ficou a ver passar os comboios... 

Ver imagem em tamanho real

 

No cabo, a SIC Notícias continua "rainha e senhora". O único canal líder de Carnaxide terminou Abril com quase 4 vezes mais audiência que o TVI24. Já a RTPN mantém-se nos 0,8%, um valor que se vem repetindo desde Janeiro.

 


  

VALORES DE AUDIÊNCIAS DE ABRIL 2009:

 

TVI: 30,4%

RTP1: 23,2%

SIC: 22,4%

 

 Universo Cabo:

 

SIC NOTICIAS: 3,8%

RTPN: 1,5%

TVI24: 1,0% (Março - 1,2%; Fevereiro - 1,4%)

 

 

publicado por Portugal TV às 23:04


Shares para 2009-04-28 > > >

24.9 5.5 19.9 32.2 17.5

www.mediamonitor.pt

 

 

Palavras para quê...?

publicado por Portugal TV às 17:10
27 de Abril de 2009

Alteração na frequência e saída do pacote mais barato baixaram audiência

 

A RTPN considera-se "altamente" prejudicada com as alterações que a Zon TV Cabo introduziu na programação e com a saída do canal do pacote básico da operadora. A Zon afirmou que defendeu o "interesse" dos clientes".

 

O director de programas da RTPN, José Alberto Lemos, não esconde a sua indignação e afirma tratar-se de uma "situação escandalosa" e que a Zon TV Cabo "está a destruir o canal".

 

Entre outras alterações, a operadora "retirou a RTPN do pacote "selecção", ou seja, o mais barato". "Não se consegue entender. Saímos nós e entrou a TVI24.

 

O problema é que nos 23 canais daquele pacote estão dois de testes, um de televendas, um de programação e a RTP Memória e RTP África, que têm shares inferiores ao nosso", destacou José Alberto Lemos.

 

O responsável da RTPN, que desconhece quantos lares têm o pacote "selecção", mostrou-se convicto de que "a crise económica levará muitos clientes a optar por aquela solução e não poderão ver a RTPN".

 

A Zon TV Cabo, por outro lado, alterou a frequência da RTPN e trocou a sua posição na grelha de canais. "Alegando razões técnicas, mudaram as frequências da RTPN. Não entendo porquê nós, mas acreditemos que se tratou de uma questão técnica.

 

Já entendo menos que tenhamos passado do sétimo lugar na grelha da programação para o 36.º , por troca com o TV5 Monde", afirmou, ao JN, José Alberto Lemos.

 

O director da RTPN reconhece que, para quem tem acesso digital ("power-box"), a alteração não trará grandes problemas. "Mas cerca de metade dos clientes terá de sintonizar manualmente os canais", referiu.

 

Para provar que a alteração prejudicou a RTPN, José Alberto Lemos apontou o share do canal no Grande Porto no dia em que a mudança de frequência ocorreu nas zonas da Boavista e Lapa (Porto), Gaia e Senhora da Hora (Matosinhos), na passada quarta-feira. "Tivemos o share mais baixo da nossa história, com 0,5%, quando no dia anterior tínhamos tido 4,9%", revelou José Alberto Lemos.

 

O director de programas da RTPN revelou que este factos "já foram comunicados à Administração da RTP e já foram pedidas explicações à Zon".

 

Jorge Graça, director de conteúdos da Zon, estranhou as acusações e garantiu que a RTPN "nunca pertenceu ao pacote selecção".

 

"A escolha dos canais incluídos no pacote selecção é uma decisão exclusivamente nossa e fruto da avaliação dos melhores interesses dos nossos clientes. Todos os canais que nele não estão incluídos podem usar argumentos semelhantes aos da RTPN", acrescentou, em declarações Lusa.

 

Jorge Graça referiu que o "selecção" precisava de "reforços com conteúdos como os da TVI 24. Não há qualquer segundo sentido na sua inclusão".

 

O responsável justificou as mudanças de lugar e de frequência devido à necessidade de "arrumar o espectro da grelha. É uma questão meramente técnica que visa apenas melhorar a qualidade do serviço prestado".

 

Jorge Graça lembrou que a posição da RTPN não mudou na TV Cabo digital, que "corresponde a mais de metade dos clientes da Zon".

 

NOTÍCIA JORNAL DE NOTÍCIAS

publicado por Portugal TV às 18:11

Gerry e Kate McCannA entrevista do casal McCann a Oprah Winfrey vai passar em Portugal. O episódio faz parte do pacote comprado para exibição no canal cabo SIC Mulher, que passa habitualmente o talk show de Oprah, apurou o CM. Mas a estação de Carnaxide está a negociar a exibição daquele episódio para breve também na SIC generalista.

O especial foi gravado em Chicago, nos EUA, e nele os pais de Madeleine McCann, a menina que desapareceu há dois anos da Praia da Luz, Algarve, revelaram alguns detalhes da sua vida actual. A mãe, Kate, de 41 anos, afirmou acreditar que a filha está viva e garantiu que o quarto da menina está intacto, na casa da família no Reino Unido.

 

Kate McCann comoveu a audiência do programa ao chorar perante a simulação de uma imagem de Maddie com seis anos, a idade que terá hoje.

 

NOTICIA E FOTO CORREIO DA MANHÃ

publicado por Portugal TV às 17:54

A troca de acusações entre José Sócrates e a estação de Queluz tiveram uma consequência imediata: o 'Jornal Nacional - 6.ª Feira' foi visto quase por 1,4 milhões de telespectadores

 

"Aquilo não é um telejornal, é uma caça ao homem, é "um telejornal travestido", feito de "ódio e de perseguição, disse José Sócrates, na entrevista à RTP1, na terça-feira à noite. O primeiro-ministro aproveitou a ocasião para exprimir a sua opinião sobre o Jornal Nacional - 6.ª Feira, da TVI, dirigido pela jornalista Manuela Moura Guedes e com os comentários de Vasco Pulido Valente.

 

Declarações suficientes para que a jornalista, nessa mesma noite, contactada pelo Diário de Notícias, tenha declarado que o iria processar. No dia seguinte, em directo e no arranque do Jornal Nacional, José Eduardo Moniz, director-geral da TVI, anunciou já ter avançado com um processo judicial contra o primeiro-ministro, acusando ainda José Sócrates de usar "processos de intimação de jornalistas".

 

O responsável da estação de Queluz disse ainda ter ouvido com "surpresa" e "estupefacção" as palavras de José Sócrates na entrevista na RTP1. "Não sou cobarde, nem me escondo atrás de uma moita ou de um arbusto para fazer uma caça ao homem, usando um jornal travessado", relembrando ainda que "até hoje ninguém desmentiu" a informação do canal sobre o caso Freeport.

 

Depois destas trocas de acusações em directo, nas televisões, cresceu a expectativa em torno do que traria a edição seguinte do Jornal Nacional - 6.ª Feira. Apesar de o prato forte ter voltado a ser o caso Freeport, não houve revelações bombásticas.

 

Mas as audiências mostram que os portugueses estão muito curiosos em relação a este caso: o espaço informativo de Manuela Moura Guedes atingiu o máximo de audiência deste ano. Foi acompanhado por quase 1,4 milhões de telespectadores, conquistando um share de 40%, o maior deste o início do ano. Quer isto dizer que quatro em cada dez portugueses que estavam a ver a televisão, durante o espaço de tempo de emissão do Jornal Nacional, preferiram este programa.

 

No entanto, esta não foi a mais alta audiência conseguida pela informação da TVI em horário nobre desde o início do ano. No dia 1 de Abril, uma quarta--feira, o Jornal Nacional ultrapassou mesmo a fasquia dos 1,4 milhões de espectadores.

 

NOTÍCIA DIÁRIO DE NOTÍCIAS

publicado por Portugal TV às 15:39
23 de Abril de 2009

Manuela Moura Guedes, jornalista e coordenadora do Jornal Nacional de 6ª da TVI"AQUILO SÓ PODIA TER SIDO FEITO NA RTP": Manuela Moura Guedes, Subdirectora de Informação da TVI

 

Correio da Manhã – 0 primeiro--ministro [PM] acusou, na entrevista à RTP 1, o ‘Jornal Nacional de sexta-feira’, que a Manuela apresenta, de ser um "jornal travestido", "uma caça ao homem", feito de "ódio e perseguição"...

 

Manuela Moura Guedes – E eu vou avançar com um processo-crime por difamação. É um ataque a uma equipa de pessoas que trabalha apenas pela verdade e que faz investigação. Parece que sempre que isso acontece incomoda o poder. Se um jornal vive da sua credibilidade e seriedade, tudo o que ele [PM] disse foi para tentar descredibilizar.

 

– Ficou chocada com aquelas afirmações feitas em directo?

 

– Nunca vi semelhante coisa numa pessoa que tem o cargo que tem. No ‘Jornal Nacional de 6.ª’ trabalhamos para levar às pessoas a versão dos acontecimentos com verdade e rigor. E vem uma pessoa, com o cargo que ele [PM] tem, dizer aquilo numa entrevista à RTP.

 

– Acha que este foi o momento oportuno para aquela entrevista?

 

– Era preciso. E, por alguma razão, foi feita na RTP e feita como foi... Aquilo foi um monólogo gigante. Ele [PM] pôs os jornalistas na ordem, principalmente a Judite de Sousa, porque o José Alberto [Carvalho] a gente já sabe como é... Mesmo quando havia uma tentativa para fazer uma pergunta mais oportuna ele [PM] pô-los na ordem. E aquilo só podia ter sido feito na RTP, ou então naquele jornal reverendo....

 

– Acredita que, em Portugal, é possível ganhar um processo contra o primeiro-ministro?

 

– Mal seria... A base de uma democracia é a Justiça, ou melhor, a confiança na Justiça. Se tal não acontecer não estamos numa democracia. Apesar de, segundo as últimas sondagens, 80 por cento dos portugueses não acreditarem na justiça portuguesa, eu acredito que isso é o pilar da democracia .

 

– Acha que o primeiro-ministro está a fazer um ataque aos jornalistas?

 

– Ele [PM] convive mal com a liberdade de Informação. Principalmente, quando esta chega à verdade que o incomoda.

 

MONIZ PÕE SÓCRATES EM TRIBUNAL

 

O director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, disse ontem no ‘Jornal Nacional’ que avançou "para os tribunais com uma queixa contra José Sócrates". Em causa estão as afirmações do primeiro-ministro, em entrevista à RTP 1 na terça-feira.

 

Moniz não se mostrou surpreendido com as palavras acusatórias de Sócrates contra o ‘Jornal Nacional de 6ª’, mas com "o conteúdo, tom e termos impróprios".

 

"Não sou cobarde, não me escondo atrás de qualquer moita ou arbusto a montar emboscadas para ir à caça ao homem movido por ódio pessoal, utilizando para o efeito ‘um dito telejornal travestido’. Métodos talvez frequentes em política, mas inadmissíveis em jornalismo", disse em resposta a Sócrates. Apesar de "ofendido na honra e dignidade", Moniz sublinhou que a "única vítima" é a "liberdade de informação". Em conclusão, o director-geral da estação de Queluz, afirmou: "É triste e irónico que a poucos dias do 25 de Abril – data da restauração da liberdade – se presenciem tantos e tão insensatos ataques e ameaças ao jornalismo livre."

 

O QUE DISSE

 

"O noticiário da TVI à sexta-feira não é um telejornal, é uma caça ao homem, é um jornal travestido. É um espaço noticioso que tem como único objectivo o ataque pessoal feito de ódio e perseguição pessoal"

 

"Não posso assistir a esta tentativa de assassinato político sem dizer nada"

 

"Eu não movi processos judiciais contra jornalistas. Movi processos contra indivíduos que me difamaram e que por acaso são jornalistas"

 

"Qualquer referência ao meu nome [no caso Freeport] é um insulto e uma difamação"

 

José Sócrates, Primeiro-ministro

 

NOTÍCIA E FOTO CORREIO DA MANHÃ

 


NOTA DO AUTOR: Já agora, também deixo algumas dúvidas:

 

- ONDE ANDA A ENTIDADE REGULADORA DA COMUNICAÇÃO SOCIAL???

- ONDE ANDA O SINDICATO DOS JORNALISTAS???

- COMO É QUE TUDO ISTO ACONTECE E QUEM DEVE CONTROLAR, LIMITA-SE A ASSOBIAR PARA O AR COMO SE NADA FOSSE COM ELES???

- ONDE É QUE ISTO VAI PARAR??? A VERDADE ESTÁ BEM À VISTA E SÓ NÃO A VÊ QUEM NÃO QUER!

publicado por Portugal TV às 12:38
22 de Abril de 2009

 

 

«Vocês não vêem o Telejornal da TVI à 6ª feira? Acham que aquilo é um Telejornal? Aquilo não é um Telejornal! Aquilo é uma caça ao homem! Aquilo é um Telejornal travestido! Aquilo é um espaço noticioso que tem como único objectivo o ataque pessoal, feito de ódio e de perseguição pessoal. »

 

in: Grande Entrevista a José Sócrates, RTP, 21 de Abril de 2009

  

A TVI já anunciou que vai processar o Primeiro-ministro. O Primeiro-ministro também já anunciou que vai processar 9 jornalistas de órgãos de comunicação social diversos.

publicado por Portugal TV às 16:22
20 de Abril de 2009

Para que canal deverá ir agora Herman José?

RTP
21,26%
TVI
31,61%
Nenhum, Herman já deu o que tinha a dar...
28,74%
Deveria afastar-se por uns tempos e voltar mais tarde.
18,39%

RESULTADO APURADO COM BASE EM 174 VOTOS

publicado por Portugal TV às 18:33
VÍDEOS
Televisões mostram José Sócrates a preparar comunicação ao País Bloqueio à Liberdade de Informação no CascaisShopping
Em Votação:
"Peso Pesado" poderá ser a salvação das audiências da SIC?
Sim, porque é um programa cativante que fideliza o público.
Não, porque o programa é um bocado entediante.

últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
Número de Visitantes:
free hit counter
hit counter
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
MÚSICA
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
17
19
21
24
25
26
28
30
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Abril 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
17
19
21
24
25
26
28
30