30 de Janeiro de 2009

Está marcado para dia 26 de Fevereiro o arranque do novo canal de notícias no cabo. Depois da SIC e da RTP, é agora a vez da TVI se lançar na aventura de criar um canal de notícias.

 

O TVI24 vai no entanto, ter um início de vida bastante dificultado. Nasce numa altura de gravíssima crise económica e financeira, à qual, o mercado audiovisual está muito longe de estar imune. O grupo PRISA que detém a Media Capital e a TVI, anunciou recentemente que vai ter de vender uma editora espanhola para pagar uma dívida de 2 mil milhões de euros.

 

Não me parece portanto, que a dona da TVI aceite fazer tamanho investimento para perder. Os accionistas vão querer um rápido retorno do investimento, e decerto, jamais aceitarão prolongar um canal apenas para satisfazer um capricho de Moniz que um dia também quis o que os outros já tinham...

 

A RTPN tem porém, uma grande vantagem em relação aos concorrentes. É alimentado pela RTP, "à pala" do serviço público. Também obtém verbas de publicidade, é certo, mas também é certo que é graças à "casa-mãe" RTP que consegue comprar e emitir certos programas, nomeadamente desportivos. Mesmo assim, as audiências da RTPN estão ainda muito longe das da SIC Notícias e, nem a reestruturação do canal e a contratação de novas caras alterou a situação.

 

Já a SIC Notícias tem a seu favor a história. São 8 anos de liderança no cabo e é o único canal de notícias lider no universo cabo em todo o mundo. Claro está que, a antiguidade também pode ser uma desvantagem. Sobretudo devido a algum cansaço que possa existir nos telespectadores perante a programação do canal.

 

O TVI24 foi durante mais de 5 anos um mito da TVI. Falava-se muito, mas nunca se viu nada. Nasce agora, com a garantia dos responsáveis de que vai ser diferente da concorrência. Tenho naturalmente, muita curiosidade em ver como vai ser. E estarei particularmente atento para ver se de facto, o canal vai mesmo ser diferente da concorrência! A RTPN também dizia o mesmo, e no entanto, até os jornais desportivos e os programa de análise à jornada futebolística são emitidos no mesmo horário que os da SIC Notícias.

 

O TVI24 vai ainda ter de enfrentar um outro problema que poderá ser um dos mais graves. É opinião de muita gente, que a informação da TVI está longe de ser (a mais) credível. E este poderá mesmo ser o maior obstáculo do novo canal na fidelização dos telespectadores.

 

Deixo uma pergunta: quantas pessoas deixarão de ver a SIC Notícias ou a RTPN, por exemplo, para ver o TVI24?

 

publicado por Portugal TV às 15:59
29 de Janeiro de 2009

RTP1, SIC e TVI interrompem esta tarde a emissão normal para transmitir a declaração especial do Primeiro-Ministro acerca do caso Freeport. No caso da SIC e RTP, ambas fazem uma emissão simultânea com o respectivo canal de notícias no cabo.

 

A análise às palavras do PM é feita a seguir na RTPN e SIC Notícias. Já a SIC fará uma entrevista no Jornal da Noite à juíza Cândida Almeida, responsável pela investigação do caso.

 

Perante as recentes notícias, que dão conta de que José Sócrates foi considerado suspeito pela polícia inglesa, muitos comentadores têm falado no cenário de eleições antecipadas, e talvez por isso, esse cenário tenha servido de justificação para que todas as televisões tenham interrompido as respectivas emissões.

publicado por Portugal TV às 17:43

Maria Elisa e José Fragoso, director de Programas da RTP

Maria Elisa regressa à TV com um projecto da sua autoria: ‘Serviço de Saúde’ estreia dia 3, às 23h00, na RTP 1. Durante 13 programas, de 50 minutos cada, serão debatidos, por profissionais de saúde e pacientes, temas como a diabetes, doenças reumáticas, cárdio-vasculares e neurológicas, cancro do cólon e da mama, obesidade, problemas renais, sida, etc.

"Esta ideia surgiu no Verão e foi amadurecendo ", referiu Maria Elisa, que gostaria de apresentar o programa "num teatro, com mais público, 300 ou 500 pessoas. Era o ideal."

A jornalista traz ao primeiro programa a Diabetes. Os telespectadores podem ligar ou enviar e-mails com questões sobre o tema.

 

NOTÍCIA E FOTO CORREIO DA MANHÃ

publicado por Portugal TV às 13:19
28 de Janeiro de 2009

Foi boa ideia acabar com a Roda da Sorte? (154 votos)

SIM, já se tinha visto que não ia a lado nenhum
42,58%
NÃO, nem lhe deram tempo para estabilizar
48,39%
TALVEZ, o problema não era o programa, mas o apresentador.
9,03%

 

 


Qual é o melhor noticiário televisivo do horário nobre? (155 votos)

Telejornal (RTP1)
20,78%
Jornal da Noite (SIC)
45,45%
Jornal Nacional (TVI)
33,77%

publicado por Portugal TV às 23:49
27 de Janeiro de 2009

Vítor Espadinha está furioso com a batalha de audiências entre a SIC e a TVI e decidiu ele próprio declarar guerra à estação de José Eduardo Moniz. O actor, que faz parte do elenco da novela "Podia Acabar o Mundo", da SIC, foi convidado esta semana para participar numa conversa no programa "Você na TV!", na TVI.
 
Pouco tempo depois, no entanto, Espadinha recebeu uma mensagem da produção a "desconvidá-lo" porque faz uma novela na concorrência. "Não queria acreditar que isto era possível. Para mim, é inacreditável", lamentou o actor ao "24 Horas", mostrando a mensagem que recebeu no telemóvel.
 
No SMS, a produção lamentava não poder contar com a presença de Espadinha no programa de Cristina Ferreira e Manuel Luís Goucha, "por estar, no momento, numa novela da SIC. Ainda que consideremos esta situação sem qualquer lógica, não vamos poder contar com a sua boa-disposição", lê-se na mensagem.
 
Vítor Espadinha sentiu-se injustiçado com a atitude e decidiu revelar à Imprensa o que se passou. E aproveitou para apontar o dedo a José Eduardo Moniz, director-geral da TVI.
 
"Já me disseram que isto é o ódio com que o Moniz está por a SIC ter entrado nas novelas de ficção portuguesa. Ele está com um ódio de morte, mas eu não lhe tenho ódio nenhum. Escusa de despejar o ódio em cima de mim, que eu não tenho ódio nenhum ao homem. Para mim é um director de televisão como outro qualquer", desabafou Espadinha, atribuindo a atitude a "falta de nível e de educação".
 
O gabinete de comunicação da TVI justificou a situação como "uma resposta precipitada da produtora, no meio da agitação dos programas", e sublinhou que até é costume haver convidados de outras estações nos programas da TVI.
 
 
 
publicado por Portugal TV às 23:05

O novo canal de notícias TVI 24 vai estrear dia 26 de Fevereiro e não dia 20, como estava inicialmente pensado. O motivo do adiamento prende-se com as férias de Carnaval, que geralmente causam uma mudança no perfil do telespectador do cabo, onde o canal irá concorrer com a SIC Notícias e a RTP N.

Entretanto, nas instalações da TVI está já a proceder-se a testes de imagem para se escolher os novos pivôs do canal, que vai ser dirigido por João Maia Abreu, também director de Informação da TVI. Além de algumas caras da estação, o novo canal recrutou profissionais de outros canais, nomeadamente da RTP. Bernardo Santos, Isabel Loução Santos, Rita Rodrigues e Maria João Figueiredo já anunciaram a saída da estação pública para integrar o novo canal de notícias da estação de Queluz de Baixo.

 

Para concretizar este projecto, que o director-geral da TVI, José Eduardo Moniz, já classificou de "uma grande aventura", foram contratados 50 profissionais, entre jornalistas, técnicos e operadores. Algumas caras novas, recém-licenciadas, vão estrear-se no TVI 24.

 

Também a editora de política da da TVI, Constança Cunha e Sá, está empenhada neste novo projecto e esteve presente no último congresso do CDS-PP, nas Caldas da Rainha, em que foram feitos os primeiros testes em directo. Na altura, João Maia Abreu disse ao CM que o desafio correu muito bem, "a equipa esteve à altura do desafio". Aquele responsável frisou ainda que o canal TVI 24 "vai transpor para o cabo a mais valia que é a informação da TVI". Noticiários de hora a hora, debates e entrevistas vão marcar a grelha do TVI 24.

 

NOTÍCIA CORREIO DA MANHÃ

publicado por Portugal TV às 12:53
25 de Janeiro de 2009

 

E eis que, sem que nada o fizesse prever, a RTP passa a liderar as audiências durante dois dias seguidos! A primeira vitória foi na sexta-feira.

 

O canal público conquistou 27,3% de share e 4% de audiência média. Exactamente o mesmo resultado conquistado pela TVI, mas que, de acordo com os dados divulgados pela Marktest no Sábado, colocam o canal de Queluz no segundo posto.

 

Já no Sábado, a RTP comete a proeza de conquistar novamente a maioria dos telespectadores, aumentando ainda mais, a quota de mercado: 27,6% foi o share, 4,7% a audiência média.

 

Também o Sábado foi ainda dia de humilhação para a TVI. Ficou em terceiro. Posição muito pouco habitual para o canal liderado por Moniz. A TVI conquistou 25.1% de share, contra 26,8% da SIC.

 

Se em relação ao Sábado é mais fácil explicar a vitória da RTP já que transmitiu um jogo de futebol, quanto a sexta-feira, a explicação não é tão óbvia.

 

Mas consultando a grelha de audiências dos três canais nos últimos dias, é curioso constatar quais são as movimentações dos telespectadores ao logo do dia.

 

Vejamos: o dia começa com a RTP liderar estrondosamente graças ao Bom Dia Portugal. Depois, o público vai maioritariamente para o Você na TV da TVI, voltando depois à RTP para o Jornal da Tarde e continuando na novela Amor e Intrigas.

 

A seguir, vem a Júlia Pinheiro e terminado o programa da TVI, o público volta para a RTP. Desta vez, para o Portugal no Coração. E é aqui que começa o arraso do canal público à concorrência. A RTP já "agarra" as audiências por volta das cinco da tarde! Mantem-nas às seis, com Portugal em Directo, continua às sete, com o Preço Certo e só acabam às nove da noite, com o fim do Telejornal. Ou seja, são quase 4h de liderança absoluta em periodo de pré-horário nobre.

 

Depois dos jornais entra em acção o rôlo compressor das novelas da TVI. E é também a partir daqui que, dado ser este o horário em que há mais gente a ver televisão, a TVI conquista habitualmente a liderança.

 

Mas a RTP está forte. E é o canal público que ameaça fortemente a liderança da TVI.

publicado por Portugal TV às 23:15
23 de Janeiro de 2009

publicado por Portugal TV às 13:15
VÍDEOS
Televisões mostram José Sócrates a preparar comunicação ao País Bloqueio à Liberdade de Informação no CascaisShopping
Em Votação:
"Peso Pesado" poderá ser a salvação das audiências da SIC?
Sim, porque é um programa cativante que fideliza o público.
Não, porque o programa é um bocado entediante.

últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
Número de Visitantes:
free hit counter
hit counter
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
MÚSICA
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
16
18
20
24
26
31
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
16
18
20
24
26
31