31 de Julho de 2008

A SIC subiu ao 2º lugar, a TVI continua a liderar

A TVI continua a liderar as audiências, apesar da SIC e da RTP reforçarem o seu share, a um dia do fecho do mês de Julho.

 

 

De acordo com os dados da Marktest, até 30 de Julho, a TVI obteve um share no total do dia de 36,9%. No mês de Julho, a SIC fica em segundo lugar, com um share de 29,4% seguida da RTP1 com 25,8%.

 

No horário nobre, das 20 às 24 horas, a TVI conseguiu um share de 42%, a SIC de 28,5% e a RTP1 22,9%.

 

A comparação com o mês anterior, a TVI teve uma variação negativa de 1,9%. Já o share do canal de Carnaxide cresceu 0,5% e da RTP 1,2%.

 

Relativamente à totalidade de 2008, a TVI regista um valor líder de 35,8%, a SIC, em segundo lugar regista 30,3% e a RTP1 está em terceiro lugar com 27,6%.

 

NOTÍCIA AGÊNCIA FINANCEIRA

publicado por Portugal TV às 15:15
28 de Julho de 2008

 

Regressado de férias, é hora de comentar um dos assuntos mais quentes da "actualidade televisiva".

 

Então não é que a RTP conseguiu arranjar 16 milhões de Euros para pagar um jogo por semana da I Liga nos próximos dois anos??

 

Se a utilidade de transmitir um jogo por semana - sendo que os clássicos são exclusivos da Sporttv - já é discutível, torna-se revoltante a facilidade com que a RTP abre os cofres para pagar por um serviço que está muito longe de ser público.

 

A RTP umas vezes de forma camuflada, outras de forma óbvia, já muito se intrometeu na luta pelas audiências com as privadas. Fê-lo com Nuno Santos, fá-lo com José Fragoso e continua a fazê-lo ao pagar salários milionários às "vedetas" da estação para evitar que elas fujam para a concorrência, mais propriamente para a SIC.

 

Desta vez, a RTP foi mais longe e tirou à TVI uma das "galinhas dos ovos de ouro" do canal de Queluz. Aliás, o dano foi tal que a Media Capital até pondera ir para os tribunais, qual criancinha amuada porque o amigo lhe roubou o chupa-chupa.

 

Mas independentemente das atitudes mais ou menos infantis, o certo é que  RTP vai transmitir os jogos da primeira liga. Pagou 16 milhões de Euros, e vai ceder à Sporttv a transmissão de provas dos Jogos Olimpicos de Pequim, bem como, direitos sobre jogos do Mundial de 2010.

 

E é nisto que a TVI baseia a sua revolta. Alegadamente, o canal de Queluz até fez a proposta mais alta - 18 milhões - mas perdeu porque não teve os argumentos extra da RTP: Olímpicos e Mundial.

 

Quanto à SIC, há muito que tinha sido eliminada do concurso porque apresentou a proposta mais baixa das três televisões.

 

Mas voltando aos milhões, trata-se de dinheiro dos contribuintes e dos pagadores da taxa de audiovisual. Como costumo dizer: se fosse um privado a pagar, até poderia ter oferecido 16 mil milhões... era-me indiferente porque cada um sabe de si.

 

Mas no caso da RTP, confesso que me causa alguma "impressão" que a empresa do Estado abra tão facilmente os cordões à bolsa, numa altura em que o primeiro-ministro continua a exigir sacrifícios aos portugueses.

 

Eu pergunto-me se não deveria o nosso primeiro-ministro pedir também sacrifícios à RTP, no sentido desta se abster de fazer tamanhos investimentos em programas que os privados muito desejariam transmitir, "livrando"  assim a RTP dessa obrigação de serviço público e dos custos inerentes.

 

Mas deixemo-nos de ilusões. A RTP concorreu porque:

1- pode concorrer, visto que, legalmente não há nada que a impeça de ir à luta com as privadas como se o seu orçamento também fosse alimentado apenas pela publicidade, sem a "ajuda" do orçamento de Estado.

2- tem dinheiro para isso e muito mais;

3- está desesperada com a acentuada descida das audiências desde a saída de Nuno Santos para a SIC;

4- porque precisava de algo que lhe garantisse pelo menos um bom resultado por semana;

5- porque na verdade, gosta de competir com as estações privadas como se fosse uma estação privada e entra na luta das audiências de igual para igual, quer na informação, quer na programação.

 

A ver vamos se o investimento vai realmente compensar e quem vai mesmo ganhar com a vitória da RTP. Tenho um feeling de que quem mais ganhará será a SIC, mas um destes dias explico porquê...

publicado por Portugal TV às 21:39
18 de Julho de 2008

 

 

O jornal Correio da Manhã noticia hoje que a RTP terá exibido imagens compradas em exclusivo pela SIC.

 

Tratam-se das imagens relativas ao tiroteio que ocorreu na quinta e sexta-feira passadas entre a comunidade cigana e africana da Quinta da Fonte, em Loures.

 

Segundo o mesmo jornal, as referidas imagens terão sido oferecidas à RTP que na altura do conflito não as adquiriu por alegadamente, considerar que as imagens não eram isentas e mostravam apenas um dos lados.

 

O Correio da Manhã informa ainda que a SIC foi a primeira estação a mostrar as imagens (adquiridas em exclusivo) no dia a seguir ao primeiro tiroteio, mas a RTP também terá emitido mais tarde o material comprado pela SIC.

 

O jornal diz ainda que a Direcção de Informação da RTP não prestou qualquer esclarecimento acerca deste assunto, mas não deixa de ser curiosa esta aparente mudança de opinião em relação à parcialidade das imagens e também, o facto de terem sido usadas imagens já tinham "dono".

 

Mas enfim... enquanto não houver olhos arrancados, não estamos mal...

 

 

publicado por Portugal TV às 11:44

REVISTA DE IMPRENSA - CORREIO DA MANHÃ:

 

Correio da manhã

 

Luís Osório, director do Rádio Clube Português, marcou uma reunião-geral com os seus profissionais, hoje, ao meio-dia. O objectivo é discutir vários assuntos da rádio. Alguns jornalistas vão aproveitar para falar das suas incompatibilidades com o director. Asaída de João Adelino Faria, subdirector de informação da RCP, será outro dos assuntos em discussão.

 

O ex-pivô da SIC Notícias, que conduz o programa ‘Minuto a Minuto’, está neste momento a negociar com o grupo RTP. João Adelino Faria deverá assinar em breve com a RTP-N, apurou o CM.

 

O ainda subdiretor de Informação do RCP ter-se-á incompatibilizado com Luís Osório há já algum tempo. A relação entre ambos "tornou-se insuportável", o que levou o jornalista a querer sair, revelou ao CM fonte próxima. Mas Luís Osório desmente:"Não tivemos nenhuma zanga."

 

Ana Sousa Dias foi a primeira a deixar o RCP. O motivo foi exactamente o mesmo. "Não tenho nada a ver com o Luís Osório nem com as ideias dele.Não foi para uma rádio assim que me convidaram", diz.

 

Outra das saídas é a do director de Informação, Artur Cassiano. O jornalista, que deixou a TSF para integrar a equipa de Osório, está "saturado daquele ambiente", garante ao CMa mesma fonte.

 

Há dois meses, Cassiano esteve prestes a apresentar a carta de demissão, o que não aconteceu porque o administrador Miguel Gil lhe pediu para não o fazer.

 

Há três semanas, foi Alexandra Ferreira, editora de Economia, a sair para o ‘Semanário Económico’. Ana Cristina Gaspar deveráseguir-se neste rol de profissionais a bater com a porta. Isilda Félix, editora de Noticiários, demitiu-se na semana passada.

 

Luís Osório, porém, nega saber o que se passa na sua Redacção. "Não tenho conhecimento da saída de ninguém. Conto com todos os que acreditam no projecto."

 

publicado por Portugal TV às 11:28

REVISTA DE IMPRENSA:

 

 

Governo definiu critérios para atribuição do novo canal generalista
TV Cabo entra na corrida para o quinto canal de televisão
Inês Sequeira, Ana Brito

 

A Zon Multimédia pretende entrar na corrida ao quinto canal televisivo em sinal aberto e está a analisar uma parceria com a Cofina e a Controlinveste, afirmou ontem o presidente da proprietária da TV Cabo, Rodrigo Costa.

 

"Temos estado a ver este tema com os nossos accionistas (entre estes a Cofina e a Controlinveste), que são nossos potenciais parceiros", confirmou o mesmo responsável, à margem da assinatura de um acordo de adesão da Zon à comunidade de acesso sem fios gratuito à Internet da Fon.

Rodrigo Costa salientou que por enquanto não há "um compromisso absoluto" com os grupos liderados por Paulo Fernandes e por Joaquim Oliveira, mas "existe vontade de analisar o dossier", acrescentando que vai agora começar "uma fase de reuniões e análise deste processo".

Uma eventual vitória da Zon no âmbito deste concurso significaria que o quinto canal, além da presença garantida na futura plataforma de televisão digital terrestre, estaria também desde logo disponível na principal rede portuguesa de televisão por cabo.

A entrada do grupo da TV Cabo nas candidaturas a operador do quinto canal foi a principal surpresa, no mesmo dia em que o projecto de regulamento do concurso para futuro concorrente da RTP, SIC e TVI foi publicado em Diário da República. Dentro dos critérios de avaliação que ficaram ontem conhecidos, a "não concentração de licenças para o exercício da actividade de televisão" é de todos os sub-critérios o mais importante, com um peso de quase um quarto na classificação final.

Confirma-se assim que os accionistas da SIC e da TVI vão ser severamente penalizados se decidirem concorrer, o que afasta eventuais pretensões da parte do grupo Impresa (SIC) e dos espanhóis da Prisa, donos da maioria da Media Capital (TVI).

Desta forma, o Governo antecipa a aplicação das regras da nova lei sobre a concentração nos media, já que a entrada em vigor do diploma pode acontecer depois do lançamento do concurso para o quinto canal, no final de Outubro, afirmou ontem ao PÚBLICO o ministro dos Assuntos Parlamentares, Santos Silva, responsável pela comunicação social. O novo operador deve receber a licença na Primavera de 2009.

Defesa do pluralismo

A "garantia de defesa do pluralismo associada à não concentração de licenças" está incluída no contributo para a qualificação da oferta televisiva, critério que representa 50 por cento da valoração num concurso que vai ser orientado pela Entidade Reguladora para a Comunicação Social.

No âmbito da avaliação das propostas, cujo prazo de entrega deve estender-se até meados de Dezembro, entram também os contributos para a diversificação da oferta televisiva (30 por cento) e para a difusão de obras criativas europeias, independentes e em língua originária portuguesa (10 por cento). Os restantes 10 por cento dividem-se entre o cumprimento das normas legais no decurso de anterior actividade licenciada de televisão e as linhas gerais de recursos humanos.

Pinto Balsemão e Manuel Polanco, presidentes da SIC e da TVI, têm sido críticos quanto aos efeitos negativos que mais um canal de acesso gratuito irá ter na repartição das receitas publicitárias. Impresa e Media Capital preferiam, aliás, que fosse criado um novo canal partilhado entre ambos para emitirem conteúdos em alta definição, aproveitando dessa forma o espectro disponível devido à entrada em funcionamento da nova plataforma de televisão digital terrestre. No entanto, o Governo optou pelo lançamento do novo canal, defendendo que será ainda possível aos três operadores emitirem em alta definição - desde que não seja simultaneamente, pelo menos até à passagem total da televisão analógica para digital, prevista, no máximo, até 2012.
 

 

 

http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1335824&idCanal=57

 

publicado por Portugal TV às 11:11
17 de Julho de 2008

A Supertaça, marcada para 16 de Agosto no Estádio do Algarve, terá transmissão na TVI, que assegurou já os direitos televisivos.
 

A RTP e a SIC tinham concorrido igualmente pelo direito a trransmitir aquele que é o primeiro encontro oficial da época e que vai colocar frente a frente o campeão nacional F.C. Porto e o Sporting, vencedor da Taça de Portugal.

 

in: MAIS FUTEBOL.IOL.PT

http://www.maisfutebol.iol.pt/noticia.php?id=972936&div_id=1304

 

 

publicado por Portugal TV às 22:18
16 de Julho de 2008

É o confirmar de uma tendência que se verifica há vários meses. Mais propriamente, desde que a SIC remodelou o estúdio e o formato do Jornal da Noite.

 

Depois de anos a defenhar, o Jornal da Noite da SIC recuperou audiências, meteu-se na luta entre a TVI e a RTP e conseguiu até algumas vitórias enquanto noticiário mais visto.

 

Mas este período de férias tem dado para verificar uma outra tendência: o Jornal da Noite faz melhores resultados apenas com a Clara de Sousa, do que com a dupla Clara-Rodrigo.

 

Depois do Primeiro Jornal ter conquistado a liderança à hora de almoço, agora parece ser a hora do Jornal da Noite se impôr perante a concorrência, muito graças às rubricas diárias que claramente, marcam a diferença perante os outros noticiários.

 

E assim sendo, esta semana, o noticiário do horário nobre da SIC tem liderado. Ganhou na segunda e na terça-feira. Dois dias. Duas vitórias. Um pivot: Clara de Sousa.

 

Será este um "sinal dos tempos", de cansaço, ou apenas uma consequência do enorme mediatismo ganho por Clara nos últimos tempos?

publicado por Portugal TV às 14:37
15 de Julho de 2008

 

É certo que o Verão é pouco convidativo a ficar em casa em frente à televisão. Mas também é certo que há sempre que o faça. E na verdade, quem tem visto televisão neste periodo de férias, já terá com certeza chegado à conclusão de que a televisão está um verdadeiro tédio.

 

Facilmente os directores das tv's - que vão certamente de férias - se esquecem de que há quem não vá de férias. E esta é uma realidade cada vez mais habitual dada a época de crise que atravessamos.

 

E assim sendo, creio que essas pessoas mereciam um pouco mais de respeito e menos de repetições. Não é só de Setembro a Maio que os portugueses vêem televisão e também não é só nesse período que os telespectadores são exigentes.

 

Afinal estamos a falar de 3 meses num ano. Um trimestre em que se torna óbvio o desinteresse das televisões pelos telespectadores. O que é bom fica para Setembro...

 

E perante este facto, eu pergunto-me: que resultado obteria o canal que realmente investisse forte no período de Verão? Ganharia? Perderia? Seria um desperdício de dinheiro? Não sei, mas gostava de saber...

 

O certo é que para já, nada de novo se tem visto nos três principais canais. A líder TVI continua com as entediantes novelinhas desde o lanche à ceia; a SIC anda em experiências a seguir ao Jornal da Noite repetindo quase todas as séries de humor português que tinha no arquivo; e a RTP vai repôr a série "Conta-me como foi", agora em horário nobre e diariamente.

 

As novidades são poucas e não se prevê nada de muito "excitante". A SIC lança em Agosto a novela anti-morangos Rebelde Way e a RTP estreia o Ainda Bem Que Apareceste, apresentado por Virgílio Castelo, que é há meses o responsável pela ficção da SIC. A TVI, que se saiba, não tenciona estrear rigorosamente nada. Terá as novidades guardadas para Setembro...

 

E no meio destas confusões e trocas de camisola , anda o telespectador. Sobretudo aquele que sofre com a crise económica. Por muito que se queira distrair para esquecer os maus momentos, não o consegue fazer sem recorrer aos canais por cabo... se tiver dinheiro para os pagar, claro está!

 

publicado por Portugal TV às 22:10
VÍDEOS
Televisões mostram José Sócrates a preparar comunicação ao País Bloqueio à Liberdade de Informação no CascaisShopping
Em Votação:
"Peso Pesado" poderá ser a salvação das audiências da SIC?
Sim, porque é um programa cativante que fideliza o público.
Não, porque o programa é um bocado entediante.

últ. comentários
Parabens pelo blog :)
Viva!Não sei se alguem ira ler este meu comentario...
Herman José na rtp! Finalmente! Eu adoro-o desde s...
Esta foi das melhores noticias da tv que recebi! e...
Meu caro, Alguém o obriga a vir cá? Eu só visito o...
Este blog parece (ou é) um blog sobre a sic....
"O MELHOR GENÉRICO" O PRIMEIRO CONCURSO DO SÉRIES ...
sinais de fogo
O único exemplo no meio desta historieta que realm...
Caro TVI Blog, apenas alguns esclarecimentos:1- La...
Número de Visitantes:
free hit counter
hit counter
RECORDE DE VISITANTES:
EU JORNALISTA atingiu o recorde de 1466 visitantes únicos no dia 7 de Setembro de 2009, o que corresponde a 2301 visualizações do blog num único dia. Obrigado pela preferência e... volte sempre! (O anterior recorde foi de 376 visitantes no dia 1 de Fevereiro de 2009.) portugaltv@sapo.pt
BEM-VINDOS AO BLOGUE "EU JORNALISTA"
Agora com novas funcionalidades: VIDEO e MÚSICA.
MÚSICA
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30
Últimas Audiências:
AUDIÊNCIAS MAIO 2011: TVI: 25,9%, SIC: 24% RTP: 22,1%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2011: TVI: 25,8%, SIC: 23,2% RTP: 21,5%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2011: TVI: 26,3%, SIC: 23,5% RTP: 23%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2011: TVI: 26,9%, SIC: 22,9% RTP: 22,9%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2011: TVI: 28%, SIC: 24.1% RTP: 23.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2010: TVI: 27,5%, RTP: 24,2%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2010: TVI: 28.1%, RTP1: 24.5% SIC: 22.4%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2010: TVI: 27,3%, RTP1: 25,4% SIC: 23,1%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 26,5%, RTP1: 23,6% SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2010: TVI: 27%, RTP1: 24,6% SIC: 22,3%. AUDIÊNCIAS MAIO 2010: TVI: 26,9%, RTP1: 23.7% SIC: 23.5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2010: TVI: 27.3%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.8% AUDIÊNCIAS MARÇO 2010: TVI: 28.7%, SIC: 23.8%. RTP1: 23.5% AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2010: TVI: 27,5%, SIC: 25,3%. RTP1: 24,7% AUDIÊNCIAS JANEIRO 2010: TVI: 28,5%, SIC: 25,2%. RTP1: 24,5% AUDIÊNCIAS ANO 2009: TVI: 28,7%, RTP: 24%, SIC: 23,4% AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,9%, SIC: 24%. AUDIÊNCIAS NOVEMBRO 2009: TVI: 28,4%, RTP1: 24,6%, SIC: 22,6%. AUDIÊNCIAS OUTUBRO 2009: TVI: 28,5%, RTP1: 23,9%, SIC: 23,4%. AUDIÊNCIAS SETEMBRO 2009: TVI: 27,5%, RTP1: 24,4%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS AGOSTO 2009: TVI: 25,8%, RTP1: 24,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS JULHO 2009: TVI: 28%, SIC: 24,3%, RTP1: 21,9%. AUDIÊNCIAS JUNHO 2009: TVI: 29%, SIC: 23,5%, RTP1: 22,2%. AUDIÊNCIAS MAIO 2009: TVI: 31,5%, RTP1: 23,2%, SIC: 21,5%. AUDIÊNCIAS ABRIL 2009: TVI: 30,2%, RTP1: 23,2%, SIC: 22,4%. AUDIÊNCIAS MARÇO 2009: TVI: 29,6%, RTP1: 24,3%, SIC: 23,2%. AUDIÊNCIAS FEVEREIRO 2009: TVI: 28,7%, RTP1: 25.9%, SIC: 24,4%. AUDIÊNCIAS JANEIRO 2009: TVI: 28,9%, SIC: 25.9%, RTP1: 25.4%. AUDIÊNCIAS DEZEMBRO 2008: TVI: 29.8%, RTP1: 25.5%, SIC: 25.4%. AUDIÊNCIAS ANO 2008: TVI: 30.5%, SIC: 24.9%, RTP1: 23.8%.
subscrever feeds
pesquisar neste blog
 
Julho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
19
20
21
22
23
24
25
26
27
29
30